Xi Jinping adverte Biden sobre reunificação com Taiwan

297
Xi Jinping, presidente da China | Foto: nznationalparty

São Paulo – Durante a cúpula entre os presidentes Xi Jinping, da China, e Joe Biden, dos Estados Unidos, realizada em novembro em São Francisco, Jinping alertou Biden de que a reunificação com Taiwan é inevitável, mas o cronograma ainda não foi determinado. A informação foi divulgada pela NBC, citando três autoridades norte-americanas atuais e antigas.

De acordo com as fontes, Xi expressou a preferência da China pela reunificação pacífica, descartando a possibilidade de recorrer à força. Os comentários foram descritos como francos, mas não confrontacionais. Jinping também contestou previsões de líderes militares americanos que indicavam uma possível reunificação em 2025 ou 2027, enfatizando que o momento exato ainda não foi decidido.

A reportagem da NBC revela que autoridades chinesas solicitaram a Biden, antes da cúpula, que emitisse uma declaração pública apoiando o objetivo chinês de reunificação pacífica e rejeitando a independência de Taiwan. No entanto, a Casa Branca recusou o pedido.

A relação delicada entre China, Taiwan e os Estados Unidos continua a ser um tema sensível, com os líderes chineses buscando o apoio internacional para seus objetivos, enquanto os EUA mantêm uma postura cautelosa diante das tensões na região.