WEG buscará projetos de ciclo longo no México e na China

A fabricante está prospectando projetos no México e na China e tem boas perspectivas com a realização de leilões de energia no Brasil

131

São Paulo – A WEG está buscando oportunidades para reforçar a carteira de negócios de ciclo longo e no exterior, disseram os executivos da empresa na teleconferência de resultados do terceiro trimestre. A empresa está prospectando projetos no México e na China e tem boas perspectivas com a realização de leilões de energia no Brasil.

Segundo a empresa, a forte desvalorização cambial favorece os negócios com maior exposição no mercado externo, mas também pressiona os custos, já que a empresa utiliza matérias-primas metálicas.

Embora mantenha boas perspectivas com projetos de ciclo longo, que podem ser impactados caso haja cancelamento de leilões de energia, nos projetos de ciclo curto, a companhia não vê uma expectativa de retomada ao padrão pré pandemia em 2020. A empresa tem entregas programadas até 2022, como motores de alta tensão para a Índia, projetos em transformação e distribuição (T&D) para América do Norte e para usinas de energia eólica no Brasil.

Em relação ao lançamento de produtos após as aquisições feitas pela divisão de soluções digitais, os executivos disseram que a companhia lançou as soluções WEG Motor Management, WEG Energy Management e WEG Smart Machine, e que está trabalhando para entregar outros produtos de Inteligência Artificial e gerenciamento inteligente de energia voltados à automação industrial.

Em relação à estrutura de capital, a companhia disse que manterá a estratégia de priorizar a flexibilidade financeira e continuará avaliando oportunidades em fusões e aquisições e de investimento em melhorias operacionais e na estrutura da companhia.