Vendas pendentes de imóveis nos EUA caem 2,8% em janeiro

Foto: JM Griffin / freeimages.com

São Paulo – O Índice de Vendas Pendentes de Imóveis Residenciais dos Estados Unidos caiu 2,8% em janeiro ante dezembro, para 122,8 pontos, segundo dados divulgados pela Associação Nacional dos Corretores de Imóveis (NAR, na sigla em inglês). A previsão era de baixa de 0,5%.

Em relação a janeiro do ano passado, houve alta de 13,0% nas vendas pendentes de imóveis. “As vendas de casas pendentes caíram em janeiro porque simplesmente não há casas suficientes para atender à demanda do mercado”, disse o economista chefe da NAR, Lawrence Yun.

No entanto, segundo ele, o recente aumento nas licenças habitacionais é um bom sinal de que o desequilíbrio entre oferta e demanda no mercado imobiliário residencial pode estar diminuindo já em meados de 2021.

As vendas pendentes referem-se a contratos que já foram assinados, mas cuja compra ainda não foi concluída. A finalização costuma acontecer de um a dois meses após a assinatura.