Vendas no varejo crescem em 2019

152
Foto divulgação: Sebrae

São Paulo – O Indice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA) mostra que as vendas no varejo brasileiro em 2019 cresceram 2,9%, descontada a inflação, em comparação com o ano anterior, registrando o melhor resultado em cinco anos, quando as vendas subiram 4,2% em 2014.

Em termos nominais, que representam a receita de vendas observadas pelo varejista, o ICVA subiu 6,4% no ano passado.

“O varejo em 2019 fechou o ano no maior patamar de crescimento desde 2014. Embora o primeiro semestre tenha apresentado uma pequena desaceleração em relação ao final de 2018, no segundo semestre houve certa recuperação do crescimento. Os destaques foram a Semana do Brasil, em setembro, e a Black Friday, em novembro. Elas contribuíram positivamente para esta retomada de ritmo”, diz o diretor de Inteligência da Cielo, Gabriel Mariotto

As vendas de bens não duráveis cresceram 3,9% enquanto os bens duráveis e semiduráveis e serviços aumentaram 2,9% e 1,1%, respectivamente, em 2019. As maiores altas nas vendas, descontada a inflação, foram verificadas nas regiões Norte (6,3%), Sul (5,2%), Centro-Oeste (4,3%), Nordeste (3,8%) e Sudeste (1,2%).

Em dezembro, as vendas cresceram 2,6%, descontada a inflação, em comparação com o mesmo mês de 2018. Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, o ICVA apresentou alta de 6,1%.

Segundo a Cielo, o impacto do calendário na comparação anual foi pouco relevante. Por um lado, em dezembro do ano passado, houve uma terça-feira a mais e um sábado a menos, o que prejudica as vendas na comparação com 2018, compensado pela véspera de Reveillon por conta da troca.