Vale volta a paralisar mina Onça Puma após decisão de desembargadora

809
Carregamento de caminhões fora de estrada na Mina de Conceição, Itabira (MG), da Vale / Foto: Janaina Duarte

São Paulo – A Vale informou que uma desembargadora do Tribunal de Justiça do Estado do Pará concedeu efeito suspensivo ao recurso interposto pelo Estado do Pará, restabelecendo a suspensão da licença de operação (LO) da mina de Onça Puma. Desta forma, as atividades na mina de Onça Puma, no Pará, serão paralisadas novamente.
A mineradora afirmou, por meio de comunicado publicado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que “seguirá tomando as providências administrativas e judiciais cabíveis buscando reverter a ordem de suspensão das operações da mina, a qual entende improcedente”.
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS) do Pará suspendeu a licença de operação da mina no dia 4 de outubro, afirmando que a Vale descumpriu condicionantes da licença. No entanto, a companhia havia conseguido uma decisão liminar na Justiça determinando o restabelecimento da vigência da licença, o que levou ao retorno das operações no dia 7 de outubro.
A Vale não deu mais detalhes sobre os impactos da parada da produção.