Vale recebe R$ 1,223 bi por venda de 8% da VLI a BNDES

337

São Paulo – A Vale afirmou que o BNDES Participações (BNDESPar), braço de investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), exerceu integralmente a opção contida no contrato de opção de compra de ações de emissão da empresa de logística VLI, comprando a fatia de 8% da empresa que pertencia à Vale.

Com o exercício desta opção, a Vale receberá cerca de R$ 1,223 bilhão no dia 11 de dezembro, passando a deter 29,6% do total de ações da VLI. Organizada em forma de holding, a VLI tem como principais acionistas as seguintes empresas: a Vale (agora com 29,6%), Mitsui (com 20%), FI-FGTS (com 15,9%) e Brookfield (25,5%).

O contrato decorre dos entendimentos firmados entre a Vale e BNDESPar que resultaram na celebração, em 2015, de aditamento às escrituras das emissões privadas de debêntures para financiamento do projeto de expansão da Ferrovia Norte Sul, atualmente operada pela VLI.