Vale coloca mina de Voisey’s Bay em manutenção por quatro semanas

349

São Paulo – Em continuidade as ações de prevenção ao Covid-19, nome do novo coronavírus, a Vale decidiu desacelerar a operação da mina de Voisey’s Bay e colocá-la em care and maintenance (cuidado e manutenção) por quatro semanas, como precaução para proteger a saúde e o bem-estar das comunidades indígenas Nunatsiavut e Innu em Labrador.

Segundo a companhia, a decisão foi tomada devido a localidade especialmente remota dessa área, com operações fly-in e fly-out e alta exposição a viagens. Até agora nenhum funcionário da companhia testou positivo para o coronavírus.

“A Vale trabalhará em conjunto com as comunidades e autoridades para garantir que nossas operações não atuem como catalisadores para inadvertidamente introduzir o vírus nessas comunidades”, diz o comunicado.

A mineradora informou que a planta de processamento de Long Harbour (LHPP) continua em operação e a produção de níquel e cobalto não deve ser afetada, uma vez que há disponibilidade de concentrado armazenado para alimentar a LHPP além do período de quatro semanas.

Porém, a produção de cobre em Voisey’s Bay será reduzida na proporção do tempo de parada da mina, que produziu 25 milhões de toneladas de cobre concentrado em 2019. A decisão também afeta o projeto de expansão de Voisey’s Bay, que atualmente está em transição para operações subterrâneas.

Além disso, os funcionários da companhia trabalharão em regime home office visando reduzir o número de pessoas no mesmo espaço de trabalho e a exposição a espaços públicos, como ônibus, metrôs e elevadores.