Vale anuncia construção de usina fotovolaica em Minas Gerais

235
Divulgação: barragem de mineração

São Paulo – A Vale anunciou a criação do projeto Solar Sol do Cerrado, que terá a construção de uma usina fotovolaica no município de Jaíba (MG), incluindo 17 subparques que totalizam uma capacidade máxima instalada de 766 megawatts pico (MWp). O investimento será de US$ 500 milhões previstos inicialmente.

“O projeto é importante contribuição para o protagonismo da Vale no processo de transição para mineração neutra em carbono, com geração de energia renovável e competitiva às operações da Vale e afiliadas”, disse a empresa em comunicado.

O projeto também terá a implantação de subestação elevadora, linha de transmissão e bayde conexão na Subestação Jaíba em 230 kV, com contratos assinados para a conexão ao Sistema Interligado Nacional brasileiro.

Segundo a Vale, o investimento é alternativa estratégica que, além de auxiliar no alcance das metas de sustentabilidade e competitividade, irá proporcionar redução de cerca de US$ 70 milhões por ano nos custos de energia elétrica.

O projeto tem previsão de início da operação para quarto o trimestre de 2022, e produzirá aproximadamente 193 megawatts médios (MWm) de energia para as operações da Vale por ano, correspondentes a 13% da demanda estimada da Vale em 2025.