Único problema que temos é Jay Powell e o Fed, diz Trump

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, mais uma vez pressionou o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) e o presidente da instituição, Jerome Powell, a cortar ainda mais a taxa básica de juros do país.

“Estamos indo muito bem com a China e outros acordos comerciais. O único problema que temos é Jay Powell e o Fed”, disse Trump, em uma mensagem no Twiter. “Grande crescimento dos Estados Unidos se ele fizer a coisa certa, cortar grande – mas não conte com ele! Até agora ele chamou isso de errado, e só nos decepcionou”, segundo o presidente norte-americano.

“Estamos competindo com muitos países que têm uma taxa de juros muito menor, e deveríamos ter [juros] mais baixos do que eles. Ontem, ‘dólar mais alto na história dos Estados Unidos’. Sem inflação. Acorde, Federal Reserve. Tal potencial de crescimento, quase como nunca antes!”, completou Trump.

Ele tem feito diversas críticas ao Fed e a Powell, acusando-os de dificultar a expansão da economia do país. Atualmente, a taxa básica de juros dos Estados Unidos está na faixa entre 2,00% e 2,25% ao ano, após o Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) decidir, na reunião passada, cortar os juros pela primeira vez desde 2008.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com