Ultrapar quer 3,5 mil lojas AmPm em 5 anos e spin-off já em 2021

Foto divulgação: Grupo Ultra

São Paulo – A Ultrapar anunciou a projeção de expandir o faturamento total da rede de lojas AmPm nos próximos cinco anos para uma faixa entre R$ 4 bilhões e R$ 5 bilhões até 2026, de R$ 1,7 bilhão em 2020, e de ampliar o número de lojas em até 3,5 mil unidades, de 1,8 mil em 2020.

A visão de longo prazo é de mais de 5 mil lojas, aumentando a margem ebitda em 10% e o ROIC (retorno Sobre o capital investido) em 20%.

O grupo está apresentando hoje para analistas e investidores o seus planos para a rede e um novo formato das lojas da rede de conveniência AmPm, com foco no food service e em marcas próprias. As lojas devem ter gestão e estrutura organizacional separada da rede de postos de combustível Ipiranga, com previsão de “spin-off” (cisão) já no final de 2021. A meta é priorizar a expansão, qualificação da oferta e melhorias operacionais, como aumento da produtividade com menor custo.

O plano prevê três formatos de lojas para atuação prioritariamente nos postos, com previsão de faturamentos de R$ 1,8 mil por metro quadrado, R$ 2 mil por m/2 e R$ 2,3 mil por m/2, com ou sem padaria, no modelo de franquia, mas ancorado por uma operação própria. O investimento médio é de R$ 500 mil por loja. As lojas atuais devem ser reformuladas, com 70% delas já em novo formato nos próximos cinco anos.

Segundo a apresentação publicada pela companhia na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o novo formato terá novos processos, sistemas especializados de varejo e equipes de gestão e consultivas exclusivas da AmPm.

O plano de expansão está atrelado à formação de “clusters” de operação própria, com centros de distribuição para abastecimento das unidades, sendo quatro já existentes e planejamento de abertura de dois novos no Centro-Oeste e Nordeste, o que trará o potencial de 200 a 300 novas lojas por ano.

No primeiro trimestre, a rede faturou R$ 1,8 bilhão com 9 milhões clientes por mês e ticket médio de R$ 16,5. O numero de lojas era de 1,8 mil, sendo 818 com padarias e 120 próprias, com 25% de penetração em postos.

Edição: Danielle Fonseca (daniele.fonseca@cma.com.br)