UE e Reino Unido estão longe de entendimento, diz Von der Leyen

195
Ursula von der Leyen

São Paulo – A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que as diferenças entre a União Europeia (UE) e o Reino Unido sobre a relação futura, que inclui um acordo comercial, após a saída definitiva dos britânicos do bloco ainda são significativas.

As declarações aconteceram depois que ela se reuniu com o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, em Bruxelas.

“Tivemos uma discussão animada e interessante sobre a situação das questões pendentes. Entendemos as posições uns dos outros. Elas permanecem distantes”, afirmou Von der Leyen em comunicado.

Segundo a nota, as equipes devem se reunir imediatamente para tentar resolver esses problemas e uma decisão deve acontecer no final do fim de semana.

Antes da reunião, Johnson disse que um acordo parece muito difícil no momento, e que nenhum premiê aceitaria termos comerciais oferecidos pela UE.

O Reino Unido iniciou em janeiro deste ano o período de transição para a saída da UE. Esse prazo acaba no dia 31 deste mês e os britânicos deverão deixar o bloco com ou sem acordo sobre comércio e a relação futura.

As principais divergências nas negociações estão relacionadas aos procedimentos para resolver disputas entre as duas partes, até que ponto o Reino Unido deve seguir os padrões da UE relacionados ao trabalho, questões ambientais e apoio governamental ao setor privado, bem como à pesca.

Ontem, os dois lados chegaram a um princípio de acordo sobre o Protocolo da Irlanda e da Irlanda do Norte, garantindo a implementação do acordo do Brexit, após os britânicos concordarem em retirar cláusulas controversas de sua Lei do Mercado Interno.