UE e AstraZeneca fecham acordo de compra de vacina contra novo coronavírus

164
Ursula von der Leyen

São Paulo – A União Europeia (UE) chegou a um acordo com a farmacêutica AstraZeneca para comprar uma vacina potencial contra covid-19, bem como para doar a países de baixa e média renda ou redirecionar para outros países europeus.

O acordo inclui a compra de 300 milhões de doses da vacina, com opção de compra de mais 100 milhões em nome de Estados membros do bloco europeu, “uma vez que a vacina provar-se ser segura e eficaz contra covid-19”, diz a Comissão Europeia, braço executivo da UE, em comunicado.

“A Comissão continua a discutir acordos semelhantes com outros fabricantes de vacinas”, segundo a comissão acrescentando que o acordo segue passos positivos em relação à conclusão das negociações exploratórias com a Sanofi-GSK e com a Johnson & Johnson.

Ainda segundo a UE, a vacina candidata da AstraZeneca já está em ensaios clínicos de fase dois e três em larga escala, após resultados promissores na fase um e dois em relação à sua segurança e imunogenicidade.

“A decisão de apoiar a vacina proposta pela AstraZeneca é baseada em uma abordagem científica sólida e na tecnologia usada, a velocidade de entrega em escala, custo, compartilhamento de risco, responsabilidade e capacidade de produção capaz de abastecer toda a UE, entre outros”.

A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse que o acordo “é a primeira pedra angular na implementação da Estratégia de Vacinas” do bloco, que permitirá o fornecimento de vacinas futuras aos europeus e a parceiros em outras partes do mundo.