UE comprará 200 mi de doses de vacina contra covid-19 de BioNTech e Pfizer

170
Ursula von der Leyen

São Paulo – A Comissão Europeia, braço executivo da União Europeia (UE), anunciou a compra inicial de 200 milhões de doses de possíveis vacinas contra o novo coronavírus das farmacêuticas BioNTech e Pfizer, no sexto contrato do bloco europeu com farmacêuticas.

“A Comissão terá um quadro contratual em vigor para a compra inicial de 200 milhões de doses em nome de todos os Estados membros da UE, além de uma opção de compra de mais 100 milhões de doses, a serem fornecidas assim que a vacina for comprovada para ser seguro e eficaz contra a covid-19”, diz a nota.

A UE já assinou contrato com a AstraZeneca, Sanofi-GSK, Johnson & Johnson, CureVac e Moderna. O novo acordo prevê que todos os Estados membros possam adquirir a vacina, bem como doar a países de rendimentos médios e baixos ou reencaminhar para outros países europeus.

A BioNTech é uma empresa alemã que trabalha com a Pfizer, sediada nos Estados Unidos, para desenvolver uma nova vacina baseada em RNA mensageiro (mRNA).

“Nossas chances de desenvolver e implantar uma vacina segura e eficaz nunca foram tão altas, tanto para os europeus aqui em casa, quanto para o resto do mundo. Para derrotar o novo coronavírus em qualquer lugar, precisamos derrotá-lo em todos os lugares”, segundo a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen.