Tusk diz que agora espera a aprovação dos parlamentos sobre acordo do Brexit

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk – Crédito: Wikicommons

por Júlio Viana

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, informou que o acordo de saída do Reino Unido da União Européia (UE) entrará em vigor a partir do 1 de novembro, caso o parlamento europeu e a Câmara dos Comuns britânica aprove o tratado.

“Fizemos um acordo que entrará em vigor logo após a saída do Reino Unido, no dia 1 de novembro. Embora eu respeite a soberania do país, admito que aceito essa saída com tristeza”, afirmou Tusk durante coletiva de imprensa.

Junto a ele estavam o presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Junker, o principal negociador pela União Europeia para o Reino Unido, Michel Barnier, e o primeiro-ministro irlandês, Leo Varadkar.

Sobre a situação da Irlanda, Varadkar afirmou que não haverá barreiras alfandegárias dentro no país. “Neste acordo todos nós prezamos por manter a segurança da Irlanda e da Irlanda do Norte”, afirmou ele.

O acordo do Brexit foi anunciado nesta manhã pelo primeiro-ministro inglês, Boris Johnson. Segundo ele, o tratado permitirá a saída do país no dia programado, em 31 de outubro. Antes, porém, ele precisa ser aprovado pela Câmara dos Comuns e pelo parlamento europeu.

Quando questionado sobre um possível atraso de data limite para o divórcio do Reino Unido caso a câmara inglesa não aceite o acordo, Tusk afirmou que deverá conversar com o conselho europeu para decidir se aceitaria ou não a requisição.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com