Trump volta a pressionar Fed por novo corte de juros

258
Trump Powell EUA
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) deveria realizar mais cortes na taxa básica de juros norte-americana, “rebaixando-a ao nível de nações que competem conosco”.

“Nosso patético e lento Fed, liderado por Jay Powell, que elevou as taxas de juros muito rápido e abaixou-as muito tarde, deveria rebaixá-las ao nível de nações rivais”, escreveu ele em sua conta do Twitter.

“Elas agora possuem dois pontos de vantagem, com ainda ajuda monetária. E também com estímulo”, disse ele. “O Fed deve ser um líder, não um seguidor atrasado, o que ele tem sido!”, concluiu Trump.

O presidente fez as afirmações depois de anunciar ontem que estaria em discussão um conjunto de medidas de estímulo à economia feita pelo governo como forma de amortecer os impactos causados pela epidemia de coronavírus pelo mundo.

O Fed realizou um corte emergencial de 0,5 ponto percentual (pp) na taxa referencial na terça passada, rebaixando a faixa da tarifa para 1,00% a 1,25%.

O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) está programado para se reunir na terça e quarta-feira da semana que vem mais uma vez.