Trump volta a ameaçar suspender viagens do Brasil para os EUA por covid-19

261
Donald Trump EUA Jair Bolsonaro
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – O governo norte-americano ainda está considerando proibir que viajantes vindos do Brasil entrem nos Estados Unidos diante da explosão de casos do novo coronavírus no País, segundo o presidente Donald Trump, que já havia sugerido essa suspensão no mês passado.

“É evidente que o Brasil está com problemas para controlar o vírus e eu não quero ninguém vindo de fora para contaminar os norte-americanos”, disse Trump em declarações a repórteres na Casa Branca.

Segundo ele, muitos brasileiros têm negócios nos Estados Unidos, especialmente na Flórida, e isso é motivo de preocupação. Em 18 de abril, o governador da Flórida, Ron DeSantis, levantou o problema em uma reunião com Trump.

Na ocasião, o presidente norte-americano disse que estava trabalhando com as companhias aéreas por uma solução e disse que os passageiros poderiam ter que passar nos controles de temperatura antes do voo e serem testados para verificar se contraíram covid-19 antes de entrar nos Estados Unidos.

Apesar de sugerir novamente a proibição de viagens hoje, Trump disse que está ajudando o governo brasileiro a lidar com a situação. “Estamos enviando muitos respiradores para o Brasil para amenizar a situação”, afirmou.

Ontem, o Brasil passou o Reino Unido em número de casos do novo coronavírus, ocupando a terceira posição na contagem da Universidade Johns Hopkins. O País tem 262.545 pessoas contaminadas pela covid-19 e 17.509 mortos.

Os Estados Unidos seguem com o maior número de infectados no mundo, com 1.520.029 e 91.187 mortes pela doença.

“Nós aparecemos com o maior número de casos e mortes simplesmente porque somos o país mais que mais teste para a covid-19 no mundo. Quanto mais se testa, mais casos vão aparecer”, completou Trump.