Trump demite John Bolton do Conselho de Segurança Nacional

John Bolton, assessor de Segurança Nacional da Casa Branca. Foto: Gage Skidmore

Por Julio Viana e Gustavo Nicoletta

São paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que pediu a John Bolton que renuncie de seu cargo de chefe do Conselho de Segurança Nacional. Trump escreveu que “descorda fortemente com muitas de suas sugestões, assim como outras pessoas da Administração” em sua conta no Twitter.

Trump informou a Bolton “que seus serviços não são mais necessários na Casa Branca” ontem à noite. O ex-conselheiro entregou sua renúncia hoje pela manhã e Trump afirmou que irá nomear alguém para o cargo na próxima semana.

O anúncio vem dias depois que relatórios mostraram que Bolton se opôs aos planos de Trump de fazer reuniões secretas em Camp David para discutir um acordo de paz com o Afeganistão.

Bolton, por sua vez, afirmou que havia se oferecido para renunciar ao cargo ontem à noite, mas que em resposta Trump havia dito “vamos conversar sobre isso amanhã.” Bolton escreveu a mensagem em sua conta no Twitter. A afirmação dele contradiz a de Trump.

Mais tarde, em coletiva de imprensa, o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, disse que Trump tinha visões diferentes das de Bolton em relação à guerra no Iraque.

Bolton era um defensor de intervenções militares dos Estados Unidos em outros países como solução para disputas geopolíticas, em geral em detrimento de saídas diplomáticas.

Trump já havia discordado publicamente dele em ocasiões anteriores e em meados deste ano chegou a dizer que Bolton era só “uma das pessoas” a quem ele pedia ajuda.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com