Trump nega consenso sobre suspensão de tarifas à China

Por Carolina Gama

São Paulo – O presidente norte-americano, Donald Trump, negou que haja consenso sobre a suspensão de tarifas às importações chinesas no âmbito das negociações da chamada fase um do acordo comercial entre as duas maiores economias do mundo.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o presidente da China, Xi Jinping. Foto: Divulgação/ Casa Branca

“As conversações vão bem, mas a China quer muito mais um acordo do que eu. Estou confortável em receber bilhões de dólares vindos das tarifas sobre os importados chineses”, disse.

Falando a repórteres antes de uma viagem a Georgia, Trump afirmou que, embora a China deseje uma reversão parcial das tarifas impostas durante a disputa comercial entre Washington e Pequim, ele não as eliminará completamente.

A declaração de Trump acontece depois de circular ontem na imprensa internacional a notícia, com base no Ministério do Comércio chinês, de que Pequim e Washington teriam concordado nas últimas duas semanas em suspender tarifas em diferentes etapas. Mas não havia detalhes sobre o cronograma do cancelamento dessas sobretaxas.

O mercado de ações norte-americano acelerou as perdas imediatamente após a sinalização de Trump sobre a falta de consenso em relação às tarifas, mas logo após voltou a operar sem um direção definida.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com