Trump diz não estar abandonando curdos e que relação com Turquia é boa

131
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Gage Skidmore/ Flickr

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – Os Estados Unidos não estão abandonando os combatentes curdos na Síria ao deixar as tropas da Turquia passarem, disse o presidente norte-americano, Donald Trump, ressaltado que tem uma relação muito boa com Ancara.

“Podemos estar no processo de deixar a Síria, mas de forma alguma abandonamos os curdos, que são pessoas especiais e combatentes maravilhosos”, disse Trump, no Twitter. “Estamos ajudando os curdos financeiramente e com armas!”, acrescentou.

Ontem, Trump ordenou a retirada de tropas norte-americanas na Síria nas proximidades da fronteira com a Turquia, abrindo caminho para uma ofensiva militar de Ancara contra combatentes curdos. Os combatentes até então eram aliados dos Estados Unidos na luta contra o Estado Islâmico, mas são considerados terroristas pela Turquia.

“Nosso relacionamento com a Turquia, um parceiro da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) e comercial, tem sido muito bom”, disse Trump, no Twitter. Ele ressaltou que “qualquer combate espontâneo ou desnecessário pela Turquia será devastador para seus economia e a sua moeda muito frágil”.

Trump afirmou ainda que “a Turquia é um grande parceiro comercial dos Estados Unidos”, e que eles fizeram a estrutura de aço para o caça F-35. O presidente também destacou a libertação do pastor norte-americano Andrew Brunson no ano passado. Ele estava preso na Turquia desde 2016 acusado de apoiar os curdos.

Por fim, Trump ressaltou que o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, irá aos Estados Unidos no dia 13 de novembro como seu convidado.