Trump cancela visita à Dinamarca após país recusar venda de Groenlândia

Por Cristiana Euclydes

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, cancelou uma viagem que faria à Dinamarca, prevista para os dias 2 e 3 se setembro, após o país recusar-se a colocar a Groenlândia, um território autônomo dinamarquês, à venda.

“A Dinamarca é um país muito especial, com pessoas incríveis, mas, com base nos comentários da primeira-ministra Mette Frederiksen, de que ela não teria interesse em discutir a compra da Groenlândia, estou adiando nossa reunião em duas semanas para outra ocasião’, disse Trump, no Twitter.

“A primeira-ministra conseguiu economizar uma grande quantia de despesas e esforços tanto para os Estados Unidos quanto para a Dinamarca por ser tão direto. Agradeço-lhe por isso e estou ansioso para remarcar em algum momento no futuro!”, segundo o presidente.

No final de semana, Trump confirmou os relatos da imprensa norte-americana da semana passada, de que ele considera comprar a Groenlândia. Segundo ele, o conceito da compra surgiu e, é estrategicamente interessante, ainda que não seja prioridade no momento.

Em resposta, o Ministério de Relações Exteriores da Groenlândia disse que o território não está à venda. “Estamos abertos para cooperação, mas não à venda”, segundo a nota. A Groenlândia é uma região autônoma pertencente à Dinamarca, com 56 mil habitantes e mais de 2,1 milhões de quilômetros quadrados, tornado a maior ilha do mundo.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com