Trump ameaça reter fundos de Michigan e Nevada por votação via correio

256
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Casa Branca

São Paulo – O presidente norte-americano, Donald Trump, ameaçou reter os fundos federais de Michigan e Nevada depois que esses estados anunciaram planos de enviar cédulas a seus cidadãos para votar por correio nas próximas eleições como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus.

“Último minuto: Michigan envia cédulas a 7,7 milhões de pessoas para votar na véspera das primárias e eleições gerais. Isso foi feito ilegalmente e sem autorização de um secretário de Estado. Vou pedir para reter fundos de Michigan, se eles quiserem seguir no caminho da fraude eleitoral”, disse Trump no Twitter.

Michigan é considerado um estado crucial para as chances de reeleição de Trump. Ontem, a secretária de Estado do Michigan, a democrata Jocelyn Benson, anunciou que todos os 7,7 milhões de eleitores registrados receberiam por correio cédulas para ausência para as primárias de votação final de agosto e eleição geral de novembro, e não uma votação direta.

Respondendo ao presidente norte-americano, Benson escreveu no Twitter: “eu também tenho um nome, é Jocelyn Benson” e observou que seu escritório estava enviando solicitações “como meus colegas do Partido Republicano em Iowa, Geórgia, Nebraska e Virgínia Ocidental”.

Em uma outra mensagem em sua rede social,Trump fez uma ameaça semelhante a Nevada. “O estado de Nevada ‘acha’ que pode enviar votos ilegais por cédula postal, criando um ótimo cenário de fraude eleitoral para o estado e para os Estados Unidos. Eles não podem! Se o fizerem, acho que posso reter fundos para o estado. Desculpe, mas você não deve trapacear nas eleições”, afirmou.

Nevada está enviando cédulas para todos os eleitores ativos no estado antes de sua eleição preliminar de junho. A secretária de Estado do Nevada, a republicana Barbara Cegavske, anunciou em março que as primárias do estado, marcadas para 9 de junho, seriam conduzidas predominantemente por correio.