Trump alertou Erdogan em carta que iria “destruir” economia turca

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Divulgação/ Casa Branca

por Júlio Viana

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pediu que o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdo proposta de realizar um acordo de paz entre os turcos e os curdos. Segundo ele, caso um tratado não fosse firmado, ele “destruiria a economia da Turquia”.

Trump alertou Erdogan por meio de uma carta ao presidente turco que foi enviada no dia 9 de outubro, mas que chegou ao público apenas ontem à noite.

“Vamos trabalhar em um bom acordo! Você não quer ser responsável por massacrar milhares de pessoas e eu não quero ser responsável por destruir a economia da Turqui – o que irei fazer!”, escreveu o presidente norte-americano em sua carta.

Segundo Trump, ele estava “trabalhando duro” para ajudar a Turquia e pedia que Erdogan “não decepcionasse o mundo”. Em seguida, ele afirmou que um dos líderes curdos, general Mazloum, estava disposto a negociações e a realizar concessões “que eles nunca fariam no passado”.

Por fim, ele destacou que as atitudes de Erdogan o definiriam para sempre na história. “Não seja um teimoso! Não seja um tolo”, encerrou Trump, dizendo que o ligaria mais tarde.

Trump vem sofrendo críticas de seus opositores por ter retirado as tropas norte-americanas da região nordeste da Síria, onde os curdos, aliados do governo na captura de soldados do Estado Islâmico, residem. Logo após a retirada, Erdogan iniciou uma série de ofensivas às tribos do local, às quais acusa de terrorismo.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com