Trump afirma que não existe um problema tarifário, e sim um problema com o Fed

Por Júlio Viana

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Foto: Gage Skidmore/ Flickr

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que o país não enfrente problemas econômicos devido à guerra comercial com a China, mas sim devido à hesitação do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em cortar a taxa básica de juros do país. “Se o Fed fizesse cortes, teríamos uma das maiores altas no mercado de ações em um bom tempo”, afirmou ele em seu perfil no Twitter.

“O Euro está caindo ‘feito doido’ em relação ao dólar, dando a eles [da zona do euro] uma grande vantagem em exportação e manufatura”, escreveu Trump. Segundo ele, o dólar estar em seu “ponto mais forte na história” não é algo bom para aqueles que exportam produtos para fora dos Estados Unidos. Para o presidente, o Fed deveria tomar previdências quanto a isso.

“Não temos um problema tarifário (nós estamos vencendo sobre agentes ruins ou injustos), nós temos um problema com o Fed. Eles não têm nenhuma noção!”, afirmou ele.

Por fim, Trump criticou empresas que ele acredita estarem “fracas” por “jogarem a culpa de seu ‘mal gerenciamento’ nessas pequenas tarifas”. “E quem pode realmente criticá-los por fazer isso? Desculpas!”, encerrou ele em uma de suas mensagens.

Trump vem pressionando o Fed há meses para que o órgão realize cortes maiores na taxa básica de juros. Na última reunião da instituição, o conselho votante decidiu por realizar uma diminuição de 0,25 pontos percentuais (pp) no índice, levando-o para a faixa de 2,00% a 2,25%.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com