Transpetro lança PDV que prevê o desligamento de 557 empregados

123
Foto divulgação: Petrobras

São Paulo – A Petrobras informou que sua subsidiária Transpetro aprovou a criação de um Programa de Desligamento Voluntário (PDV) exclusivo para seus empregados, que visa o desligamento de 557 funcionários marítimos entre setembro de 2020 e julho de 2021.

Segundo a companhia, o programa tem uma estimativa de retorno (custo evitado de pessoal menos o desembolso com indenizações) de R$ 552 milhões até 2025 e visa promover a adequação do efetivo marítimo às ações de gestão ativa da frota.

A estatal ressaltou que o PDV é uma importante ferramenta de gestão de efetivo, sendo mais uma medida com foco na redução de custos, a fim de reforçar a resiliência dos negócios da companhia.

Além disso, a petrolífera fez questão de frisar seu compromisso com a transparência e o respeito a todos os seus empregados e de suas subsidiárias, com o objetivo de criar condições para que os profissionais façam a melhor escolha, mantendo sempre o seu comprometimento com a ética e a transparência.