Totvs enviará documento aos conselheiros independentes da Linx

181
Foto divulgação: Totvs

São Paulo – A Totvs disse que o protocolo e justificação de incorporação está em fase final de revisão e será submetida aos conselheiros independentes da Linx ainda nesta semana, de forma que apresente todas as condições da proposta encaminhada à administração da Linx.

Segundo a companhia, o documento vai incluir a previsão de pagamento à Linx de uma multa de R$ 100 milhões, caso a operação não seja aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A Totvs afirmou ainda que já concluiu a documentação inicial para o processo de análise dos aspectos concorrenciais da operação.

Além disso, o formulário F-4 também está em fase avançada e será apresentado à Securities and Exchange Comission (SEC, órgão equivalente à Comissão de Valores Mobiliários nos Estados Unidos).

Diante disso, a Totvs informou que não ver nenhum obstáculo para que sejam atendidos o melhor interesse dos acionistas da Linx e os imperativos da lei societária característicos de uma companhia aberta sujeita à fiscalização da Comissão de Valores Mobiliários.

“Por tudo isto, entendemos ser fundamental que as propostas disponíveis sejam submetidas simultaneamente na mesma assembleia geral, no contexto dos deveres fiduciários dos conselheiros independentes e da preservação do pleno direito de escolha dos acionistas da Linx”, diz o comunicado.