Tesouro dos EUA e Fed prorrogam programa Main Street até 8 de janeiro

156
Prédio do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) em Washington. Foto: Divulgação/ Federal Reserve

São Paulo – O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos e o Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) prorrogaram a vigência do programa de empréstimos da Main Street, voltado para empresas de pequeno porte, para 8 de janeiro de 2021. O mecanismo venceria na próxima quinta-feira, dia 31.

A extensão ocorre diante da necessidade de mais tempo para o processamento dos financiamentos. No último dia 14, o programa parou de aceitar empréstimos, quando registrou uma enxurrada de pedidos.

No mês passado, o secretário do Tesouro norte-americano, Steven Mnuchin, recusou-se a conceder uma prorrogação para vários programas de empréstimos de emergência do Fed, incluindo o Main Street, que é projetado para apoiar empréstimos para pequenas e médias empresas e organizações sem fins lucrativos que foram prejudicadas pela pandemia. Esses programas expiram na quinta-feira.

Além disso, o pacote de alívio ao novo coronavírus sancionado pelo presidente norte-americano, Donald Trump, no domingo exige que o Fed encerre os programas de crédito de emergência este ano, mas permite que os empréstimos concluídos via Main Street sejam processados ​​até 8 de janeiro.

Até 23 de dezembro, o Fed havia financiado mais de US$ 15 bilhões em empréstimos por meio do programa, um aumento de US$ 6 bilhões em relação às quatro semanas anteriores.