Taxa de desemprego da Eurozona sobe a 7,9% em julho

126
Foto: União Europeia

São Paulo — A taxa de desemprego dos países que compõem a zona do euro subiu 7,9% em julho, depois de marcar 7,7% em junho, segundo dados da agência de estatísticas da União Europeia, a Eurostat. Em julho de 2019, a taxa de desemprego da zona do euro estava em 7,5%.

Na União Europeia (UE), a taxa de desemprego subiu a 7,2% em julho, de 7,1% em junho. Em julho de 2019, a taxa estava em 6,7%.

Em termos absolutos, o número de desempregados na zona do euro somou 12,793 milhões em julho, uma alta de 344 mil ante junho e de 494 mil ante julho de 2019. Na União Europeia, o número de desempregados foi de 15,184 milhões em julho, alta de 336 mil em base mensal e de 927 mil em base anual.

As menores taxas de desemprego foram registradas na República Tcheca (2,7%) e na Polônia (3,2%), enquanto as maiores foram observadas na Grécia (17,0% em maio) e na Espanha (15,8%).