Subsidiária da CCR receberá R$ 79,5 mi por obras no aeroporto de Confins, em MG

160
Passageira com máscara no aeroporto de Bruxelas / Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – A CCR celebrou um aditivo ao contrato de concessão do Aeroporto Internacional Tancredo Neves (Confins), em Belo Horizonte, para a alterar as condições de reembolso das obras feitas no local.

Com a mudança, a BH Airport, subsidiária da CCR, receberá R$ 33,2 milhões referentes às obras já executadas, restando ainda R$ 46,3 milhões a serem reembolsados no primeiro semestre de 2021.

O aditivo no contrato também estabelece um mecanismo para reembolso de obras futuras a serem executadas pela BH Airport, cujo saldo disponível é de aproximadamente R$ 272 milhões, segundo informou a CCR.

Bruno Soares / Agência CMA