S&P rebaixa rating da Gol de olho em risco de default

183

São Paulo – A agência de classificação de risco S&P Global Ratings rebaixou o rating global da Gol Linhas Aéreas de ‘CCC+’ para ‘CCC-‘, mas colocou em observação negativa, refletindo a possibilidade de default no curto prazo.

Isso porque a Gol possui term loan no valor de US$ 300 milhões, ou mais de R$ 1,6 bilhão a ser amortizado em 31 de agosto. “Mesmo que a Delta honre o term loan da Gol por ser o garantidor do empréstimo, se a Gol deixar de cumprir suas obrigações, poderíamos considerar a ação como um default seletivo (SD)”, diz a agência.

Para a S&P, a Gol não completará financiamentos de longo prazo, que estavam em discussão nos últimos meses nas próximas semanas, entre eles o pacote de capitalização de aproximadamente R$ 2 bilhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico Social (BNDES).

“Acreditamos que a empresa priorizará a proteção de sua posição de caixa para dar suporte ao ramp-up operacional nos próximos meses, o que aumenta o risco de descumprimento do pagamento do principal do term loan de US$ 300 milhões”.