Duas fazendas da SLC Agrícola recebem certificação de agricultura regenerativa

255
Fazenda Pamplona, da SLC Agrícola, localizada em Cristalina (GO) / Divulgação

São Paulo, SP – A SLC Agrícola informou que é a empresa da América Latina com a maior área certificada no plantio de soja e algodão pelo programa Regenagri de agricultura regenerativa. Duas fazendas da companhia – Planalto (MS) e Pamplona (GO) – receberam a
certificação, totalizando uma área de 35.943 hectares. A SLC Agrícola é a terceira empresa do segmento no país a conquistar esse reconhecimento, com relação às culturas de soja, algodão e milho.

O Regenagri é um programa de agricultura regenerativa desenvolvido pela Control Union, uma empresa britânica que atua em mais de 70 países e destaca as boas práticas agrícolas desenvolvidas nas fazendas, considerando a saúde do solo, a preservação da biodiversidade, uso sustentável da água e sequestro de carbono, entre outras iniciativas.

De acordo com o Diretor de RH, Sustentabilidade e TI da SLC Agrícola, Álvaro Dilli, “a obtenção do selo Regenagri é muito importante para a companhia, pois reforça as nossas práticas na área de sustentabilidade, especialmente com relação ao cuidado com o solo. Essa certificação trata das questões químicas, físicas e biológicas do solo, destacando nossas ações de intensificação do plantio direto, de manutenção da cobertura no solo, de rotação de culturas, da Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) e dos bioinsumos”.