Siderúrgica registra lucro de R$ 1,894 bilhão no 2T19

Por Wilian Miron

São Paulo – A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) obteve lucro líquido de R$ 1,894 bilhão no segundo trimestre, alta de 59% na comparação com o mesmo período do ano passado.

A receita líquida da CSN no trimestre somou R$ 6,901 bilhões, ata de 21% na comparação anual. O ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado do trimestre foi de R$ 2,380 bilhões, aumento de 68%.

Entre abril e junho, a alavancagem da companhia – relação dívida líquida sobre ebitda ajustado – teve redução de 0,42 vezes ao final do segundo trimestre do ano passado para 3,65 vezes no segundo trimestre deste ano.  Já a dívida líquida consolidada da CSN totalizou R$ 26,641 bilhões,

recuo de 2% em relação ao final do trimestre anterior.

Além disso, a empresa atualizou a projeção de ebitda ajustado para R$ 8,5 bilhões no fechamento de 2019.

A produção de minério, por sua vez, deve ficar em 33 milhões de toneladas entre 2019 e 2020, enquanto as vendas de minério de ferro devem ser de 40 milhões de toneladas de minério de ferro neste ano.

DADOS OPERACIONAIS

As vendas de aço caíram 12% na comparação anual, para 1,161 milhão de toneladas. Já a produção total de laminados totalizou 924 mil toneladas, queda de 7% na comparação com o mesmo trimestre do ano passado.

A CSN vendeu ainda 10,143 milhões de toneladas de minério de ferro no trimestre, alta de 25% em relação ao total vendido no mesmo intervalo do ano passado.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com