Setor privado dos EUA fecha 301 mil vagas em janeiro, segundo pesquisa ADP

612
Foto: Lucía Pizarro Coma / Freeimages.com

São Paulo – O setor privado dos Estados Unidos fechou 301 mil vagas de trabalho em janeiro, excluindo o setor rural, de acordo com relatório publicado pela Automatic Data Processing (ADP) e pela Macroeconomic Advisers.
Analistas esperavam a criação de 200 mil vagas. O número de vagas criadas em dezembro foi revisado para baixo, de 807 mil para 776 mil.
Os dados indicam que as pequenas empresas, que têm menos de 50 funcionários, encerraram 144 mil vagas em janeiro. As médias (de 50 a 499 empregados) fecharam 59 mil vagas e as grandes, que contam com 500 trabalhadores ou mais, terminaram com 98 mil vagas.
Na divisão por setores, a indústria – que inclui manufatura, construção e mineração – fechou 27 mil postos de trabalho, enquanto o setor de serviços encerrou 374 mil. Entre os segmentos industriais, as manufaturas terminaram com 21 mil vagas em janeiro, as empresas de extração e mineração abriram 4 mil postos de trabalho e o setor de construção fechou 10 mil posições.
“A recuperação do mercado de trabalho deu um passo atrás no início de 2022 devido ao efeito da variante Ômicron e seu impacto significativo, embora provavelmente temporário, no crescimento do emprego”, disse Nela Richardson, economista-chefe da ADP.
“A maioria dos setores da indústria sofreu perda de empregos, marcando o declínio mais recente desde dezembro de 2020. Lazer e hospitalidade sofreram o maior revés após ganhos substanciais no quarto trimestre de 2021, enquanto as pequenas empresas foram mais atingidas pelas perdas, apagando a maioria dos ganhos de emprego obtidos em dezembro de 2021”, conclui.