Setor privado dos EUA cria 742 mil vagas em abril, segundo pesquisa ADP

Vista de Manhattan, com o prédio das Nações Unidas no centro / Foto: Divulgação/ Governo britânico

São Paulo – O setor privado dos Estados Unidos criou 742 mil vagas de trabalho em abril, excluindo o setor rural, de acordo com relatório publicado pela Automatic Data Processing (ADP) e pela Macroeconomic Advisers.

Analistas esperavam a criação de 800 mil vagas. O número de vagas criadas em março foi revisado para cima, de 517 mil para 565 mil.

Os dados indicam que as pequenas empresas, que têm menos de 50 funcionários, abriram 235 mil vagas em abril. As médias (de 50 a 499 empregados) geraram 230 mil vagas e as grandes, que contam com 500 trabalhadores ou mais, criaram 277 mil vagas.

Na divisão por setores, a indústria – que inclui manufatura, construção e mineração – abriu 106 mil postos de trabalho, enquanto o setor de serviços criou 636 mil. Entre os segmentos industriais, as manufaturas criaram 55 mil vagas em abril, as empresas de extração e mineração abriram 10 mil postos de trabalho e o setor de construção criou 41 mil posições.

“O mercado de trabalho continua em alta tendência de aceleração e crescimento, apresentando a leitura mais forte desde setembro de 2020”, disse Nela Richardson, economista-chefe da ADP.

“Os prestadores de serviços têm muito a ganhar com a reabertura da economia, a recuperação e a retomada das atividades normais estão liderando o crescimento do emprego em abril. Embora as folhas de pagamento ainda sejam mais de 8 milhões de empregos abaixo dos níveis pré-covid-19, os ganhos de empregos totalizaram 1,3 milhão nos últimos dois meses, após adicionar apenas cerca de 1 milhão de empregos ao longo dos cinco meses anteriores. “