Secretário do Tesouro nega que decisão sobre recursos do Fed seja política

103
Edifício do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) / Foto: Fed

São Paulo – O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, negou que tenha sido política a decisão de não estender vários programas de crédito do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

“Esta não é uma questão política. Isso é muito simples”, disse ele para a rede CNBC. “Estamos seguindo a intenção do Congresso”, acrescentou.

Mnuchin tentou minimizar a decisão, dizendo que ainda há muito dinheiro disponível para fornecer fundos se for necessário.

No início da noite de ontem, o Departamento do Tesouro anunciou oficialmente que não iria estender vários programas que o Fed implementou este ano para mitigar os efeitos da crise programa pela pandemia, que expiram em 31 de dezembro, e exigiu que o banco central norte-americano devolvesse mais de US$ 400 bilhões em recursos da Lei Cares, aprovada em março, e que não foram utilizados.

Entre os programas do Fed afetados pela decisão estão o de compra de títulos corporativos, empréstimos para governos estaduais e municipais e o Main Street – direcionado para pequenas e médias empresas dos Estados Unidos.

No início da semana, o presidente do banco central norte-americano, Jerome Powell, havia indicado que não era aconselhável permitir que esses instrumentos de financiamento expirassem.