SEC diz que vai agir contra manipulação de mercado após GameStop

Foto: Myles Davidson / freeimages.com

São Paulo – A Securities and Exchange Comission (SEC, órgão equivalente à Comissão de Valores Mobiliários nos Estados Unidos) emitiu um novo comunicado sobre a recente volatilidade que varreu Wall Street e colocou as ações da varejista de videogames GameStop no centro da disputa entre investidores menores e fundos de hedge, afirmando que está monitorando o movimento do mercado e segue pronta para agir em parceria com outro reguladores contra irregularidades.

“A Comissão está acompanhando de perto e a avaliando a extrema volatilidade dos preços dos preços de negociação de certas ações ao longo dos últimos dias. Nossa infraestrutura de mercado central provou ser resiliente sob o peso dos extraordinários volumes de negociação desta semana”, diz a nota.

A SEC alerta, no entanto, que a extrema volatilidade dos preços das ações tem o potencial de expor os investidores a perdas rápidas e graves e minar a confiança do mercado. Para evitar que isso aconteça, a comissão diz que trabalhará em conjunto com outros reguladores para proteger os investidores, manter o mercado em ordem e perseguir potenciais irregularidades.

“A Comissão irá rever de perto as medidas tomadas por entidades regulamentadas que possam colocar os investidores em desvantagem ou inibir indevidamente a sua capacidade de negociar certos valores mobiliários”, diz o comunicado.

A nova declaração acontece em meio depois que, nas últimas semanas, os day traders se juntaram por meio de redes públicas como o Reddit para comprar ações da GameStop, elevando o preço mais de dez vezes, colocando os grandes fundos em xeque e alimentando queixas de manipulação de mercado.

Nessa disputa, os vencedores foram investidores menores, cujas compras também inflaram os preços das ações da AMC Entertainment e da Bed Bath & Beyond. Os perdedores foram alguns gestores de fundos de hedge e outros investidores contrários que apostaram contra o futuro da varejista de videogame em dificuldades.

“Agiremos para proteger os investidores de varejo quando os fatos demonstrarem atividade comercial abusiva ou manipuladora proibida pelas leis federais de valores mobiliários. Os participantes do mercado devem ter cuidado para evitar tal atividade. Da mesma forma, os emissores devem garantir o cumprimento das leis de títulos federais para qualquer oferta ou venda de seus próprios títulos”, diz a SEC em nota.

Ontem, a Casa Branca se manifestou sobre o caso, afirmando que não cabe ao governo e sim à SEC solucionar questões ligadas ao mercado de ações.