Sanções impostas pelos EUA contra Irã são ilegais, diz ministro russo

Por Carolina Pulice

São Paulo – O ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, disse que seu país vai continuar apoiando o Irã, e que acha que a imposição de sanções por parte dos Estados Unidos é “ilegal”, em meio a um aumento das tensões entre o Irã e os Estados Unidos.

“Eu não acho que o Irã é a causa da situação instável no Golfo Pérsico. As ações tomadas contra o Irã sobre o petróleo e outros produtos são muito importantes porque o Irã sempre foi um dos maiores exportadores de petróleo no mundo”, disse em entrevista ontem ao canal “CNBC”. 

“Nós apoiamos o Irã, e acreditamos que as sanções são ilegais e não foram aprovadas pela ONU. Estes passos desestabilizam a situação não somente sobre o Irã, mas em toda a região”, completou.

Novak participou em Viena do encontro entre membros da Opep e aliados, liderados pela Rússia. De acordo com ele, o Irã é um importante produtor de petróleo, e as sanções impostas pelos Estados Unidos sobre as exportações da commodity afetam diretamente a economia do país do Oriente Médio.

Os Estados Unidos e o Irã aumentaram as tensões geopolíticas, após o governo norte-americano ter iniciado uma série de sanções econômicas e diplomáticas, e com o anúncio do governo iraniano da retomada do enriquecimento de urânio no país. Soma-se a isso um ataque contra um drone dos Estados Unidos no mês passado, além de um ataque contra petroleiros sauditas

no Estreito de Ormuz, cuja responsabilidade é atribuída aos iranianos.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com