Russos e sauditas podem cortar 15 milhões de barris de petróleo, diz Trump

241
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e o príncipe herdeiro da Arábia Saudita, Mohammad bin Salman. (Foto: Divulgação/ Casa Branca)

São Paulo – O presidente norte-americano, Donald Trump, voltou a usar suas redes sociais para afirmar que os cortes de produção entre sauditas e russos podem chegar a 15 milhões de barris por dia (bpd).

“Pode chegar a 15 milhões de barris. Boas (grandes) notícias para todos!”, afirmou ele no Twitter.

Há pouco, Trump havia dito na mesma rede social que a redução da oferta poderia ser de 10 milhões de bpd ou mais. A declaração fez os futuros do petróleo dispararem. O Brent, usado como referência no mercado internacional, chegou a subir 40%.

“Acabei de falar com meu amigo MBS (príncipe herdeiro) da Arábia Saudita, que falou com o presidente [Vladimir] Putin da Rússia, e espero que eles cortem aproximadamente 10 milhões de barris e talvez muito mais que isso. Se acontecer, será ótimo para a indústria de petróleo e gás”, disse Trump mais cedo.

O fracasso dos países da Opep+ em ampliar os cortes na produção em março significou, na prática, os membros do cartel removeram as cotas este mês, aumentando a oferta. A Arábia Saudita, que tem capacidade disponível de pelo menos dois milhões de barris por dia (bpd), pretende maximizar a produção.