Rússia irá suspender fornecimento de energia elétrica à Finlândia

Gazprom | Foto de Thawt Hawthje

São Paulo – A Rússia suspenderá o fornecimento de eletricidade para a Finlândia neste fim de semana, segundo a empresa importadora, em meio às tensões crescentes sobre a possibilidade do país nórdico ingressar na Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) após a guerra na Ucrânia.

“Somos forçados a suspender a importação de eletricidade a partir do dia 14 de maio”, disse a RAO Nordic, uma subsidiária da empresa estatal russa de energia Inter RAO, em comunicado, acrescentando que não havia recebido pagamento pelos volumes vendidos em maio.

“A RAO Nordic não é capaz de fazer pagamentos pela eletricidade importada da Rússia”, acrescentou o comunicado, ainda ressaltando o quase ineditismo do acontecido. “”Esta situação é excepcional e aconteceu pela primeira vez em mais de 20 anos de nossa história comercial”.

Na Finlândia, o gás é usado principalmente para a produção manufatureira, sendo as indústrias química e madeireira os maiores consumidores. O ministro finlandês de Assuntos Europeus e Propriedade, Tytti Tuppurainen, disse no dia 27 de abril que Helsinque havia decidido não seguir os termos da Rússia de pagar por gás em rublos.

Em março, o presidente russo Vladimir Putin instruiu o governo e a gigante russa de energia Gazprom a mudar os pagamentos de gás para rublos para países que impuseram sanções à Rússia por iniciar sua invasão à Ucrânia.