Rumo deve apresentar bons resultados no 1T21, diz Credit Suisse

Foto divulgação: Rumo

São Paulo – O Credit Suisse revisou para cima as estimativas para os resultados da Rumo, que apresentará seu balanço do primeiro trimestre nesta quinta-feira (13), com crescimento impulsionado por melhores volumes, em base anual, especialmente em março, o que deve resultar em melhores margens e rendimentos. Com isso, preço-alvo passou de R$ 21,43 para R$ 25,00. A recomendação dos papéis é “outperform” (equivalente à compra).

“Estimamos que os rendimentos na Operação Norte cresçam em base anual após sucessivas reduções em 2020, embora ainda abaixo dos níveis de 2019. Já os volumes na Rede Central no primeiro trimestre ainda eram tímidos, já que só o terminal de São Simão está em operação até o momento e não teve um trimestre completo de operação. Até 2021, esperamos que o terminal de Rio Verde entre em operação no 3T21, resultando em três milhões de toneladas em volume e ebitda de R$ 120 milhões na operação”, disse o analista Regis Cardoso, em relatório.

As novas estimativas para o ebitda de 2021 e 2022 da companhia são R$ 4,2 bilhões e R$ 5,1 bilhões (de R$ 4,2-R$ 4,8 bilhões) e disse que os principais riscos para o investimento são a competição mais acirrada do Arco Norte, condições climáticas que afetam as colheitas no Brasil, especialmente no Mato Grosso e o aumento das taxas de juros.