Revisão das operações compromissadas não visa forçar o mercado a comprar

145
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Brasília – A revisão das operações compromissadas feita pelo Banco Central (BC) não é um meio de forçar o mercado a comprar mais papéis do Tesouro, afirmou o diretor de Política Monetária do Banco Central, Bruno Serra, em live promovida pela Renascença DTVM & Panamby Capital.

Segundo o diretor, a revisão foi natural visto que o Tesouro Nacional também encurtou os prazos de suas emissões. “O BC tem como obrigação prezar pela estabilidade de preços, e a ferramenta para isso é a operação de overnight. Temos situação no Brasil que é da cultura do CDI. O investidor geralmente demanda remuneração dele do CDI, é natural que investidores que tenham recursos em instrumentos que remunerem pelo overnight”, afirmou.

Na última sexta-feira (09), o BC anunciou mudanças na oferta de títulos públicos federais e nas operações compromissadas.