Regulador europeu autoriza o uso condicional da vacina da Pfizer-BioNTech

256
Foto: União Europeia (UE)

São Paulo – A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) autorizou o uso da vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Pfizer e da BioNTech para uso condicional, liberando a União Europeia (UE) a iniciar o processo de imunização nos próximos dias.

A liberação da EMA, que considerou a vacina Pfizer-BioNTech segura e eficaz contra a covid-19, abri caminho às autoridades da UE que autorizem formalmente a aplicação de doses já nesta semana.

A Comissão Europeia deve formalizar a decisão da EMA nas próximas 24 horas. Com isso, a distribuição da vacina deve começar na próxima semana, seguindo os procedimentos administrativos necessários para coordenar a implementação entre os 27 membros da UE.

Na semana passada, as autoridades europeias indicaram que países como França, Itália, Áustria e Alemanha pretendem começar a imunização no próximo dia 27.

O processo de autorizações de vacinas está ganhando agilidade no momento em que os países europeus aumentam seus bloqueios em meio a uma onda de infecções pelo novo coronavírus no inverno.

Além disso, uma nova variante altamente transmissível do vírus foi detectada no Reino Unido, o que levou o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, a impor um bloqueio estrito para algumas áreas e o fechamento de fronteiras de outros países com o Reino Unido.