Refinaria da Petrobras bate recorde de venda de parafinas e lubrificantes

204
Foto: Divulgação/Petrobras

São Paulo – A Refinaria Duque de Caxias (Reduc) alcançou, em março, a melhor marca mensal dos últimos 16 anos na venda de parafinas, e dos últimos 13 anos na venda de óleos lubrificantes básicos do grupo I. A Reduc é a única refinaria da Petrobras com capacidade para produzir estes tipos de derivados.
No mês passado, foram comercializadas 3.570 toneladas (t) de parafinas, melhor marca desde 2006. Isso foi possível pelo aumento da disponibilidade operacional das unidades de produção, bem como por uma melhora na logística de transferência, estocagem e expedição do produto. “Este resultado aponta uma recuperação do mercado de parafinas e reflete a confiança dos clientes na qualidade do produto Petrobras. O recorde representa ainda um ganho de eficiência da Reduc na produção de parafinas, um produto de alto valor
agregado”, analisa o gerente geral da Reduc, Alexandre Coelho.
Já na venda de lubrificantes, em março foram entregues pela Reduc 54.300 m ao mercado, maior volume destes produtos desde julho de 2009. Esse resultado foi alcançado graças à adoção de uma estratégia mais competitiva de comercialização, possibilitando a retomada de fatia do mercado. Com uma logística privilegiada, interligada a diversos terminais e localização próxima a importantes mercados consumidores, a refinaria é responsável por
cerca de 80% da produção nacional de lubrificantes.
NOVOS INVESTIMENTOS
De acordo com o Plano Estratégico 2022-2026 da Petrobras, está em avaliação a integração dos ativos da Polo GasLub Itaboraí com a Reduc, para produção de óleos lubrificantes mais avançados (do grupo II) e combustíveis com baixo teor de enxofre, com investimento previsto de US$ 1,5 bilhão, o que trará uma capacidade adicional de 12 mil barris por dia de lubrificante e 93 mil barris por dia de diesel S-10 e querosene de aviação.