Recuperação nos EUA pode demorar mais de um ano, diz Powell

105

São Paulo – A economia dos Estados Unidos pode demorar mais de um ano para se recuperar da crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, disse o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano), Jerome Powell, em entrevista à “CBS” ontem.

“No longo prazo, e até no médio prazo, é melhor não apostar contra a economia norte-americana. Essa economia vai recuperar-se. Pode levar um tempo. Pode levar um tempo que se estenda até o final do próximo ano, não sabemos realmente”, disse ele.

Ao ser questionado se pode haver recuperação econômica sem uma vacina contra covid-19, Powell disse que “assumindo que não haja uma segunda onda do novo coronavírus, veremos a economia recuperando-se na segunda metade deste ano”, mas para uma recuperação total as pessoas precisar estar confiantes, e isso vai depender de uma vacina.

“É uma expectativa razoável que haja crescimento na segunda metade do ano. Eu diria, no entanto, nós não vamos voltar para onde estávamos rapidamente”, nem até o fim do ano. “è improvável que isso aconteça”.

Segundo a “CBS”, em uma parte da entrevista que não foi ao ar, Powell disse que a economia dos Estados Unidos pode encolher mais de 30% no segundo trimestre. Questionado se o desemprego seria de 20% ou 25%, ele disse: “Eu acho que há várias perspectivas. Mas esses números parecem certos para qual pode ser o pico”.

Powell disse, entretanto, que não espera uma segunda Grande Depressão.

“Não acho que esse seja um resultado provável. Existem algumas diferenças fundamentais”, destacando a força do sistema financeiro e as respostas de bancos centrais e governos me todo o mundo.

Por fim, ele reiterou que o risco é grande para a economia no longo prazo. “A boa notícia é que temos ferramentas para limitar estes danos de longo prazo continuando a prover apoio a famílias e empresas enquanto passamos por isso”, disse. “Nós vamos precisar ajudar uns aos outros a passar por isso. E nós vamos”.