Recuperação econômica é mais rápida com medidas de bloqueio, diz FMI

147
Foto: Divulgação/FMI

São Paulo – A recuperação econômica é mais rápida em países que adotam medias eficazes de bloqueio para conter novos surtos de covid-19, segundo o Fundo Monetário Internacional (FMI), que diz que os custos das paralisações podem ser compensados em médio prazo.

“A eficácia dos bloqueios na redução de infecções sugere que os bloqueios podem abrir o caminho para uma recuperação econômica mais rápida se conseguirem conter a contágio e, assim, limitar a extensão do distanciamento social voluntário”, diz o FMI em relatório sobre as condições econômicas mundiais.

Neste sentido, o Fundo recomenda que as autoridades que ajam de forma decisiva para garantir a eficácia dos bloqueios. “Os bloqueios devem ser suficientemente rigorosos para reduzir significativamente as infecções”, afirma.

Sobre os custos econômicos de curto prazo, o FMI diz que podem ser compensados por um crescimento mais forte no médio prazo e as medidas rígidas podem levar a efeitos positivos para a economia.

No relatório, o Fundo pede que as autoridades adotem medidas alternativas como rastreamento de contatos e incentivo às pessoas a trabalharem em casa para mitigar os riscos, já que tais medidas podem ter custos econômicos de curto prazo mais baixos do que bloqueios.