RADAR DO DIA: Volatilidade deve imperar nos mercados

185
Foto: Paul Pasieczny / freeimages.com

São Paulo – Um dia após o feriado na Bolsa brasileira, que manteve os mercados inoperante, o Ibovespa deve reverberar os mercados lá fora e operar entre o positivo e o negativo, diante do receio de uma segunda onda do coronavírus nos Estados Unidos. Lá fora, a aversão ao risco foi tão grande que os mercados fecharam em grande queda.

Nesta manhã, no entanto, os mercados acionários ao redor do planeta partem para uma recuperação, e levam as principais bolsas europeias e os futuros americanos a trabalharem com valorização próximo dos 2%.

Por aqui, um pedido de vista apresentado pelo ministro Alexandre de Moraes interrompeu o julgamento no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de duas ações ajuizadas contra o presidente Jair Bolsonaro e o vice-presidente Hamilton Mourão. Elas pedem a cassação da chapa formada por ambos nas eleições de 2018.

Por outro lado, o ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Og Fernandes, vai analisar nos próximos dias se inclui provas colhidas no inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre notícias falsas em ações contra o presidente Jair Bolsonaro abertas pelo PT, o PCdoB e o Pros.

O fato positivo da semana é que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidiu manter o corte histórico na produção mundial de petróleo em quase 10% em vigor desde o dia 1 de maio para impedir a queda nos preços da commodity como resultado da crise do novo coronavírus até 31 de julho.

Nos Estados Unidos às atenções seguem voltadas para os protestos contra a violência policial e o racismo, após a morte de George Floyd, um homem negro, que foi morto por enforcamento por um policial branco.

Além disso, a crise entre Estados Unidos e China continua no radar dos investidores. O país asiático aprovou uma resolução que autoriza a elaboração de uma nova lei de segurança nacional para Hong Kong abrindo um precedente para uma colisão entre Pequim e Washington, uma vez que Trump já afirmou que estuda possíveis sansões em retaliação à atitude chinesa.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 413 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 7,2 milhões de infectados. O Brasil possui 805 mil casos confirmados, enquanto 41,058 mil pessoas morreram por causa da doença.

CORPORATIVO

A BR Distribuidora registrou lucro líquido de R$ 234 milhões no primeiro trimestre de 2020, queda de 50,9% na comparação anual. Segundo a companhia, o resultado foi impactado positivamente por recebimento de dívidas da Eletrobras.

A Vale informou que o Distrito Sul de Nova York, nos Estados Unidos, aprovou o acordo final proposto sobre o processo da barragem de Fundão da Samarco em ação coletiva movida pelos detentores dos American Depositary Receipts (ADRs). O valor estabelecido é de US$ 25 milhões.

A Vale disse que o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Peixoto Henriques, determinou a suspensão da exigência de garantia de R$ 7,9 bilhões, após a empresa ser acusada de ter dificultado as atividades de fiscalização de órgãos públicos em Brumadinho.

A Vale anunciou que Paulo Couto, atual diretor de Suprimentos, assumirá a diretoria de Carvão, no próximo dia 15 de junho, o qual reportará ao diretor-presidente, Eduardo Bartolomeo. O executivo vai substituir Juarez Saliba, que era diretor de Estratégia, Exploração e Novos Negócios e que acumulava a diretoria.

A Via Varejo confirmou que avalia constantemente vários parceiros – agentes do mercado financeiro – para manter linhas e limites de financiamento, assim como avalia o perfil de sua dívida, e que está em tratativas com um sindicato de bancos para o alongamento de sua dívida de curto prazo.

A Companhia Paraense de Energia (Copel) disse que sua subsidiária Copel Geração e Transmissão assinou com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) um contrato de financiamento de R$ 432,1 milhões para construção de ativos de transmissão.

A Azul comunicou que o seu conselho de administração recebeu a renúncia de Henri Courpron como membro independente do colegiado. Como fundador e presidente do conselho da Plane View Partners, o executivo continuará prestando serviços de consultaria para a empresa.

A Iguatemi afirmou que após autorização de portaria municipal, retomou ontem as operações dos shoppings Iguatemi São Paulo, JK Iguatemi, Market Place e Pátio Higienópolis, de segunda a domingo, das 16h às 20h.

A Gol afirmou que não está em curso qualquer negociação para adiar os pagamentos de um empréstimo de US$ 300 milhões com vencimento em agosto, junto à Delta Air lines, como noticiado pelo jornal “Valor Econômico”.

A divulgação semanal de tráfego da Ecorodovias, prática exercida durante o período de crise causado pela pandemia do novo coronavírus, mostra os números consolidados de veículos equivalentes pagantes entre os 16 de março e 9 de junho e o acumulado de 2020. Os resultados estão sujeitos a revisão.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) vai celebrar um contrato para prestação de serviço com o município de Mauá, além de um termo de ajuste para recebimento de dívida entre o Saneamento Básico do Município de Mauá (Sama), o próprio município e a concessionária.

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) informou que a Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) fará audiência pública para determinar o custo médio ponderado de capital e definição da metodologia a ser utilizada no cálculo da tarifa média máxima e estrutura para a terceira revisão tarifária. A audiência será no dia 26 de junho.