RADAR DO DIA: Mercados dão sequência ao caos visto ontem

328
Gráfico

São Paulo – Os mercados ao redor do mundo aprofundam o sentimento de caos visto ontem, em função da Covid-19, nome da doença do coronavírus, após a Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhecer o surto como pandemia, e o presidente norte-americano, Donald Trump, anunciar a suspensão de voos da Europa para o país por 30 dias.

Trump anunciou ontem à noite medidas para conter a disseminação do coronavírus no país, entre elas uma proibição de 30 dias aos voos que chegam ao território norte-americano vindos da Europa. Segundo ele, os cidadãos americanos que passaram por testes “apropriados” estão imunes à proibição, que se aplicarão também a cargas vindas do Velho Continente.

Outro tema em destaque foi resultado da votação do Congresso brasileiro, que derrubou o veto do presidente Jair Bolsonaro ao projeto de lei (PL) do Benefício de Prestação Continuada (BPC), o que deve gerar um impacto de R$ 217 bilhões em 10 anos.

Além disso, os investidores olham a crise do preço do petróleo, após a Arábia Saudita aumentar a produção e reduzir os preços praticados pela estatal Saudi Aramco depois do fracasso nas negociações entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e países aliados para uma redução coordenada da oferta da commodity. A iniciativa está relacionada ao impacto econômico do coronavírus.

No Brasil, temos 52 casos de coronavírus confirmados até o momento, com os casos suspeitos atingindo 907. A cidade de São Paulo é onde está o maior número de casos confirmados com 30, seguida por Rio de Janeiro com 13.

Na China, epicentro do surto, o número de mortes causadas por infecção pelo novo coronavírus subiu para 3,169 mil, de acordo com a Comissão Nacional de Saúde do país. Ao todo, 80,793 mil casos foram confirmados em 31 províncias chinesas, sendo que há 253 casos suspeitos.

O governo italiano, país europeu onde a doença avançou rapidamente, anunciou medidas ainda mais restritivas com o intuito de conter a disseminação do surto do novo coronavírus no país, com o fechamento de todas as lojas, com exceção de farmácias e supermercados. Até o momento, há mais de 12 mil casos no país, dos quais 827 foram fatais.

Ontem, o Ibovespa encerrou em queda de 7,63%, aos 85.171,13 pontos, no menor fechamento desde o dia 28 de novembro de 2018, após a OMS declarar pandemia e o índice atingir o segundo circuit breaker na semana.

Os mercados asiáticos, assim como as bolsas europeias receberam mal a decisão de Trump de suspender voos da Europa para o país por 30 dias, como forma de conter o avanço do coronavírus, fazendo com o que os negócios no país asiático fechassem em fortes quedas, enquanto os europeus operam em baixas expressivas.

Os futuros norte-americanos, por sua vez, digerem a fala do líder norte-americano sobre a restrição de voos da Europa e anúncio da OMS de declarar pandemia do coronavírus.

No dólar, o banco central brasileiro age para conter o avanço da moeda, que fechou ontem em alta de 1,57%, cotada a R$ 4,7200 para venda. A instituição anunciou um leilão à vista de dólares no mercado futuro – no valor de até US$ 1,5 bilhão.

Internamente a Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional concluiu ontem a votação de propostas do Poder Executivo que alteram leis orçamentárias e regulamentam a execução de emendas parlamentares. Os textos seguem para análise de deputados e senadores em sessão conjunta do Congresso.

EMPRESA

A BR Distribuidora registrou lucro líquido de R$ 96 milhões no quarto trimestre de 2019, queda de 94% na comparação anual. Em 2019, o lucro líquido caiu 30,8% e totalizou R$ 2,211 bilhões quando comparado a 2018.

A Petrobras informou que alcançou novos recordes de produção no pré-sal no campo de Búzios, localizado na Bacia de Santos, na última terça-feira (10), alcançando 640 mil barris de óleo por dia (bpd) e 790 mil barris de óleo equivalente por dia (boed) produzidos nas plataformas P-74, P-75, P-76 e P-77.

O conselho de administração da BR Distribuidora, assim como o da Petrobras, definiu por um novo plano de equacionamento para o déficit de R$ 33,7 bilhões referente ao fundo pensão Petros, direcionados para os funcionários da estatal petrolífera.

Um dia após a Caixa Seguridade afirmar que sua controladora Caixa Econômica Federal não tinha manifestado sobre a suspensão da oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), a empresa informou que foi solicitado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido de interrupção, em razão da atual conjuntura do mercado.

O conselho de administração da Vale aprovou a criação de um comitê de auditoria da área de controles internos e da área responsável pela elaboração das demonstrações financeiras da companhia.

A Braskem informou que terminou o período de monitoria previsto no acordo de leniência firmado com o Ministério Público Federal (MPF) em dezembro de 2016. O encerramento da monitoria foi baseado na certificação dos monitores independentes que atestaram a implementação de todas as recomendações relativas à estruturação e funcionamento do seu programa de conformidade.

O número de novas unidades residenciais vendidas em janeiro, na cidade de São Paulo, foi de 2,315 mil unidades, alta de 42,7% na comparação com o mesmo período de 2019, e elevação de 60,1% na comparação com dezembro, conforme apurado pela Pesquisa do Mercado Imobiliário do Secovi-SP.