RADAR DO DIA: Mercado atento às derrotas do governo e mudanças na Petrobras

São Paulo – “In Fux we trust”. Novas conversas entre Sérgio Moro e Deltan Dallagnol foram divulgadas na noite de ontem, quando em entrevista ao jornalista Reinaldo Azevedo, na rádio “Band News”, o editor do site “The Intercept Brasil”, Leandro Demori, divulgou trecho inédito, de abril de 2016.

“Conversei com Fux mais uma vez, hoje”, afirmou Deltan. Naquele momento, Moro e Teori Zavascki, que foi relator da Lava Jato antes de morrer, tinham uma desavença. “O ministro disse que Teori fez queda de braço com Moro e viu que se queimou”, seguiu. “Excelente”, respondeu o juiz. “In Fux we trust”, finalizou Moro.

O governo de Jair Bolsonaro sofreu três derrotas ontem, duas no Congresso e outra no Supremo Tribunal Federal (STF). No Parlamento, o relator da reforma da Previdência, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), enxugou o texto da reforma retirando as mudanças na aposentadoria rural e no Benefício de Prestação Continuada.

Também ficou de fora o regime de capitalização, um dos pontos mais defendidos pelo ministro Paulo Guedes. O relator também quer reduzir a idade mínima de professores de 60 para 57 anos, e por fim, não entraram no texto as previdências de Estados e municípios.

No Senado ocorreu o primeiro passo para a derrubada do decreto do porte de armas de Bolsonaro. A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara Alta aprovou projetos que anulam a medida. Os projetos serão votados no Plenário da Casa na terça-feira.

Por fim, a terceira derrota veio do STF, quando nove dos ministros votaram pela suspensão do decreto que extingue os conselhos da administração pública. O ministro Dias Tóffoli pediu vistas.

No Brasil, a Petrobras mudou a periodicidade de reajustes nos preços de óleo diesel e gasolina vendido em suas refinarias. A partir de agora, os reajustes de preços dos combustíveis serão feitos sem uma periodicidade definida, de acordo com as condições de mercado e do ambiente externo.

A aplicação imediata desta revisão permitirá à Petrobras, no momento, reduzir os preços do diesel acompanhando as variações dos preços internacionais observadas nos últimos dias.

Incidente ocorrido com dois petroleiros norte-americanos no Golfo de Omã, no oriente médio, faz preço do petróleo subir quase 4% no tipo Brent. A Marinha dos Estados Unidos disse que está ajudando os petroleiros depois de relatos de um ataque, e aumenta a tensão entre Estados Unidos e o Irã após um ataque a quatro navios na região no mês passado.

Outro fato que mexe com os mercados diz respeito à possibilidade de o governo voltar a aumentar a contribuição social sobre lucro líquido. A elevação de 15% para 20% realizada no governo de Dilma caducou em 31 de dezembro último. O governo que carece de recursos pode reeditar a medida. Por conta disso, as instituições financeiras mostram forte queda na sessão de 10 de junho. Este fato também carece de explicação.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou ontem, durante coletiva conjunta com outros parlamentares sobre a reforma da Previdência, que o debate e eventual votação de um sistema de capitalização na Previdência deve ser retomado no início do segundo semestre deste ano.

Embora não confirme que encontra dificuldades na negociação com a Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), a Transpetro disse que a manutenção da área alugada no terminal de Alemoa, no Porto de Santos, é crucial para o abastecimento do mercado nacional de combustíveis.

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) determinou que devem ser aplicados juros remuneratórios nos créditos decorrentes de empréstimos compulsórios da Eletrobras até a data de pagamento dos valores.

Um comentário em “RADAR DO DIA: Mercado atento às derrotas do governo e mudanças na Petrobras

  • 13 de junho de 2019 em 10:53
    Permalink

    Estou PERDIDO…..vcs vinham continuamente reafirmando que o mercado estava extremamente otimista e que o governo estava caminhando solidamente…..
    Deixa eu adivinhar…..manipulacao?

Fechado para comentários.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com