RADAR DO DIA: Klabin lucra no 2T19; Guedes reúne-se com Maia e Alcolumbre

São Paulo – Há pouco, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou a China de manipulação de moeda, e chamou a atenção do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) para o fato, após Pequim desvalorizar a moeda chinesa para além do nível-chave de 7 iuanes por dólar.

Os investidores devem reagir aos resultados da Klabin, que apresentou lucro de R$ 72,25 milhões no segundo trimestre, após um prejuízo de R$ 954,6 milhões no mesmo período do ano passado, e um crescimento de 16,3% na receita na mesma base de comparação, para R$ 2,6 bilhões.

Além disso, em âmbito corporativo, também está no radar a notícia de que a Eletrobras amortizou R$ 1,275 bilhão do saldo devedor dos Instrumentos de Assunção de Dívidas firmado com a Petrobras durante o processo de privatização das distribuidoras de energia da estatal.

No setor imobiliário, a BR Malls concluiu a venda de sua participação em sete shoppings por R$ 696,4 milhões ao fundo imobiliário administrado pela BTG Pactual. Entre os empreendimentos vendidos estão os Shoppings Ilha Plaza e Osasco Plaza Shopping. O valor da transação foi integralmente distribuído aos acionistas a título de dividendos e juros sobre capital próprio (JCP).

No segmento petrolífero, a Petrobras começou a fase vinculante da venda das fatias que possui nos campos de produção de Peroá e Cangoá, e na concessão BM-ES-21 (Plano de Avaliação de Descoberta de Malombe), localizados na Bacia do Espírito Santo.

A Petrobras detém 100% de participação nos campos de Peroá e Cangoá, localizados em águas rasas, cuja produção atual é de cerca de 900 mil metros cúbicos por dia de gás não-associado, e 88,9% de participação no bloco exploratório BM-ES-21, localizado em águas profundas, em que se encontra a descoberta de Malombe.

Em âmbito político, as atenções estarão voltadas à reunião do ministro da Economia, Paulo Guedes, com os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), às 12h30. Durante o encontro deve ser discutida a agenda de reformas econômicas pretendidas pelo governo daqui até o fim do ano.

WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com