RADAR DO DIA: Investidores seguem cautelosos de olho em atos

206
Foto: Paul Pasieczny / freeimages.com

São Paulo – A semana começa com os investidores repercutindo protesto em algumas capitais brasileiras, onde foi possível ver confrontos entre aqueles que defendem Jair Bolsonaro e os contra o presidente. O mesmo pode se ver nos Estados Unidos que se viu de ponta cabeça após um policial matar um homem negro na semana passada, gerando revolta na população e quebra, quebra.

O desagravo entre Legislativo e Judiciário aumentou após a Polícia Federal (PF) deflagrar a operação das fakes news, que teve como alvo bolsonaristas declarados, entre eles Roberto Jefferson, o empresário Luciano Hang e a deputada federal Carla Zambelli.

Por outro lado, o desdobramento político após a divulgação do vídeo da reunião ministerial na qual o ex-ministro Sergio Moro afirma que Bolsonaro tentou interferir na PF gerou certo alívio, uma vez que para analistas do mercado o conteúdo afasta o risco imediato de um impeachment ou abertura de inquérito contra o presidente, embora não elimine os riscos políticos do governo.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, ordenou que a PF colha o depoimento do ministro da Educação, Abraham Weintraub, contendo explicações sobre as declarações feitas por ele na reunião ministerial de 22 de abril. Na ocasião, ele disse ser a favor de botar “esses vagabundos todos na cadeia. Começando no STF”. Durante depoimento o ministro ficou em silêncio.

Já o ministro Celso de Mello encaminhou à Procuradoria-Geral da República (PGR) três pedidos de investigação contra o ministro do Gabinete de Segurança Institucional, Augusto Heleno. Os pedidos querem o enquadramento de Heleno pela suposta prática de crimes contra a Lei de Segurança Nacional (Pet 8871) e de crimes de responsabilidade contra o livre exercício do Poder Judiciário (Pet 8872 e Pet 8875).

Lá fora, os investidores olham a tensão entre Estados Unidos e China. O país asiático aprovou uma resolução que autoriza a elaboração de uma nova lei de segurança nacional para Hong Kong abrindo um precedente para uma colisão entre Pequim e Washington, uma vez que Trump já afirmou que estuda possíveis sansões em retaliação à atitude chinesa.

Relatos na mídia internacional dão conta que a China teria suspendido as importações de alguns produtos agrícolas dos EUA, incluindo a soja, em meio às tensões entre as duas potências econômicas.

Em relação à pandemia causada pelo novo coronavírus, o número de mortes no mundo está em mais de 371 mil pessoas, de acordo com a contagem da universidade norte-americana Johns Hopkins, enquanto o número de casos no mundo já ultrapassou 6,1 milhões de infectados. O Brasil possui 514,992 mil casos confirmados, enquanto 29,341 mil pessoas morreram por causa da doença.

Na sexta-feira, o Ibovespa encerrou em alta de 0,52%, aos 87.402,59 pontos. Investidores avaliaram que o discurso de Donald Trump foi mais suave do que esperado, sem sanções à China ou comentários duros sobre o acordo comercial, o que era temido pelo mercado.

Nesta manhã, os contratos futuros de ações dos Estados Unidos operam no campo negativo, refletindo os protestos pelo país e rumores de que a China teria suspendido as importações de alguns produtos agrícolas.

Na Europa, as principais bolsar operam no terreno positivo, na esteira de dados de atividade na China, que mostraram a recuperação do setor manufatureiro do gigante asiático, ao subir a 50,7 pontos em maio.

Na Ásia, os principais índices do mercado de ações fecharam em alta, com os investidores aliviados após os Estados Unidos não anunciarem sanções à China nem mudanças no acordo comercial assinado em janeiro.

CORPORATIVO

A fabricante de aeronaves Embraer reportou prejuízo líquido de R$ 1,276 bilhão no primeiro trimestre do ano, uma alta de quase oito vezes na comparação com o mesmo período de 2019. O prejuízo líquido ajustado, que exclui IR e contribuição social, foi de R$ 433,6 milhões no período, alta de 88,60% na mesma base de comparação.

A Embraer afirmou que regularmente avalia potenciais parcerias e oportunidades de negócios, porém, neste momento, não existem quaisquer tratativas com empresas russas ou chinesas.

A Iguatemi disse que retomará as operações de três shoppings localizados no interior de São Paulo, após decreto estadual e municipal que autoriza a volta os empreendimentos em horário reduzido.

O Pão de Açúcar concluiu a venda de cinco imóveis para a TRX Gestora de Recursos por R$ 190,480 milhões, do total de 43 imóveis objeto do contrato entre parte, sendo que um foi excluído, de valor não relevante para o volume total, permanecendo 37 imóveis a serem adquiridos.

O conselho de administração da Cosan aprovou o pagamento de dividendo intercalar no valor de R$ 576,033 milhões, equivalente a R$ 1,49775265 por ação ordinária. Os proventos terão como base a posição acionária em 3 de junho.

O conselho de administração da Braskem aprovou a eleição e reeleição de membros do colegiado com mandato de dois anos, com término na assembleia geral ordinária que deliberará sobre as demonstrações financeiras de 2021.

A Engie Brasil informou que foi instalado o comitê de auditoria, órgão estatutário permanente, vinculado ao conselho de administração, que terá como objetivo o fortalecimento da governança corporativa da empresa.

 A Cosan, conglomerado de infraestrutura e energia, teve lucro líquido de R$ 90,6 milhões no primeiro trimestre do ano, queda de 77,4%, impactado por maiores despesas financeiras no período e por um menor lucro da Raízen Combustíveis. Sem os ajustes, o lucro caiu 74,2%, para R$ 102,2 milhões.

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) informou que vai paralisar temporariamente a produção no alto-forno 2 como forma de adequar a produção de aço à demanda do mercado. O alto-forno 2 tem capacidade para produzir 1,5 milhão de toneladas de aço por ano, e a decisão faz parte das medidas adotadas pela empresa para enfrentar a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus.

A Petrobras concluiu a venda de sua participação em sete campos terrestres localizados na bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte. A compradora é a SPE 3R Petroleum, subsidiária integral da 3R Petroleum e Participações, que pagará R$ 676,8 milhões à Petrobras, já considerando os ajustes previstos no contrato.

O tráfego total de veículos nas rodovias administradas pela Companhia de Concessões Rodoviárias (CCR) caiu 17,2% na quarta semana de maio, de acordo com dados divulgados pela empresa.

A CVC Brasil informou que a pandemia do novo coronavírus atrasou o processo de revisão das demonstrações financeiras referentes ao quarto trimestre do ano passado, e que divulgará suas informações financeiras até 31 de julho.