RADAR DO DIA: Investidores digerem ações; EUA novo epicentro do coronavírus

330

São Paulo – No último pregão da semana, que foi marcada por volatilidade diante de medidas de países ao redor no combate à pandemia do Covid-19, nome do novo coronavírus, os mercados operam mistos enquanto os investidores digerem essas iniciativas.

O número de infecções causadas pelo novo coronavírus no mundo passou de 526 mil, segundo dados compilados pela Universidade Johns Hopkins, e agora somam 526,044 mil. As mortes por coronavírus totalizam 23,709 mil. O total de pessoas que se recuperaram soma 122,066 mil.

A novidade do levantamento é que os dados mostram que os Estados Unidos superaram a China pela primeira vez em número de contaminados, somando 82,404 mil casos e 281 mortes apenas na cidade de Nova York. A China aparece agora em segundo lugar, com 81,782 mil casos e 3,169 mil mortes apenas na província de Hubei, onde o vírus foi detectado, em dezembro do ano passado.

A grande notícia relacionada ao tema é que o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou que testou positivo para o novo coronavírus. Segundo o mandatário, ele irá ficar isolado, mas continuará a liderar as medidas do governo contra a pandemia e seus impactos.

No Brasil, o Ministério da Saúde disse que aumentou o número de óbitos pelo coronavírus, passando de 57 para 77. Do Total, a cidade de São Paulo tem 58 registros de mortes.

Do lado político o destaque fica por conta das ações do goveno. Ontem, o plenário da Câmara dos Deputados aprovou o pagamento de um auxílio emergencial para pessoas de baixa no valor de R$ 600 pelo período de três meses.

Além disso, o projeto de lei (PL) 823/20, de autoria do deputado Júnior Bozzella (PSL-SP), suspende temporariamente por 90 dias, prorrogáveis pelo mesmo período, o pagamento de dívidas, incluindo juros e multas, em função da pandemia do Covid-19, nome do novo coronavírus.

Os investidores também continuam de olho na crise do preço do petróleo, após a Arábia Saudita aumentar a produção e reduzir os preços praticados pela estatal Saudi Aramco depois do fracasso nas negociações entre a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e países aliados para uma redução coordenada da oferta da commodity.

Ontem, o Ibovespa encerrou em alta pelo terceiro pregão seguido, com ganhos de 3,67%%, aos 77.709,66 pontos, refletindo mais um dia de recuperação no exterior com investidores vendo a possibilidade de novas medidas de estímulos depois de dados negativos de seguro-desemprego nos Estados Unidos.

Nesta manhã, os contratos futuros dos principais índice do mercado de ações dos Estados Unidos operam em queda de olho no pacote de estímulos de aproximadamente US$ 2 trilhões. Além disso, a Universidade Johns Hopkins mostra que o país superou a China pela primeira vez em número de contaminados, somando 82,404 mil casos e 281 mortes apenas na cidade de Nova York.

As bolsas europeias também operam em queda no aguardo do pacote de estímulos dos Estados Unidos de aproximadamente US$ 2 trilhões para conter à pandemia do Covid-19, nome do novo coronavírus, além da expectativa de novas ações por parte dos governos no combate à doença.

Na Ásia, os principais índices do mercado de ações fecharam o pregão em alta seguindo os ganhos fortes de Wall Street na véspera e diante das expectativas dos investidores de novos estímulos econômicos para conter os impactos do novo coronavírus.

CORPORATIVO

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) teve lucro líquido de R$ 1,057 bilhão no quarto trimestre de 2019, queda de 29,9% na comparação anual. Em 2019, o lucro líquido subiu 18,8% e totalizou R$ 3,367 bilhões.

O conselho de administração do Fleury optou pela prorrogação do prazo para pagamento de dividendos para o dia 15 de dezembro de 2020. A companhia afirmou ainda que está em fase final de contratação de operações de captação para o reforço do capital de giro no valor de R$ 550 milhões.

O conselho de administração da BRF aprovou o programa de recompra de até 7,5 milhões de ações ordinárias, que tem o objetivo de permanência em tesouraria, cancelamento ou alienação no mercado, bem como para cumprir os compromissos assumidos no âmbito do plano de outorga de opção de compra de ações.

O Banco do Brasil (BB) e a Petrobras firmaram um contrato de Adiantamento sobre Contrato de Câmbio (ACC) no valor total de US$ 198 milhões com vencimento em 360 dias.

A Equatorial Energia informou que devido a fatores alheios ao controle da administração que afetaram sensivelmente o processo de finalização das demonstrações financeiras de 2019, a empresa alterou a data de divulgação dos resultados de 27 de março para 20 de abril.

A Cogna alterou a data de divulgação dos resultados de 2019 do dia 27 para o dia 30 de março, em função das dificuldades operacionais e restrição de mobilidade das pessoas por conta da pandemia do Covid-19, nome do novo coronavírus, que culminou com a migração dos colaboradores para regime de home office.

A construtora MRV informou que atualmente 20% de suas obras estão paralisadas devido à pandemia de coronavírus que atinge o país. Nas demais construções, segundo a empresa, foram adotados protocolos de segurança e higiene extremamente rigorosos para prevenir os colaboradores de contágio pelo coronavírus.

Os acionistas Plural Investimentos e Luiz Barsi indicaram os nomes de Susana Jabra, Andriei Beber e Doris Wilhelm para concorrerem a vaga de membro titular e membros titular e suplente, respectivamente, do conselho de administração e conselho fiscal da Cielo.